REDS – Você já ouviu falar? | SNC Salvador SNC

REDS – Você já ouviu falar?

REDS – Você já ouviu falar?

Bem, a sigla no título (derivada do inglês, Relative Energy Deficiency in Sport ) refere-se à uma Síndrome,caracterizada pelo funcionamento fisiológico prejudicado causado por deficiência relativa de energia, e inclui, mas não se limita as deficiências da taxa metabólica, função menstrual em mulheres, saúde óssea, imunidade, síntese de proteína, saúde cardiovascular , incluindo-se ainda, sistema endócrino, gastrointestinais e saúde psicológica.

Na verdade, a terminologia REDS, vem à tona em substituição ao que até então se conhecia como Síndrome da Mulher Atleta, um termo criado ainda em 1992  entendido como um distúrbio de alimentação com impacto direto sobre o ciclo menstrual e homeostase óssea. Como referido pelos sintomas acima, o aprofundamento científico tornou possível entender que se trata de uma Síndrome muito mais ampla e que pode também atingir homens, reafirmando ostensivamente a inadequação da nomenclatura. Isto é, a tríade não envolvia apenas os aspectos
alimentares, menstruais e ósseos, mas comprometiam também outros sistemas, partindo do gatilho da inadequação energética e afetando a saúde sistêmica geral.

A base de sustentação da síndrome de RED-S é uma inadequação na oferta de energia para o suprimento das atividades fisiológicas do organismo do atleta e atendimento das necessidades energéticas impostas pela prática
esportiva. A baixa ingestão energética ou o aumento da carga de exercícios podem levar à síndrome de RED-S. No geral a síndrome tem sido associada a mulheres, principalmente em esportes em que a magreza ou o baixo peso são
condições importantes para o desempenho ou padrão de exigência da modalidade, no entanto, como já vimos, a síndrome também pode ser desenvolvida por homens. Os estudiosos comentam que a relação dose-resposta que alterações na ingestão energética podem desencadear disfunções fisiológicas é particular e, portanto, deve ser cuidadosamente avaliada caso a caso.

Esse é um problema que exige bastante atenção, devendo ter o apoio de uma equipe multidisciplinar, que envolve nutricionistas, médicos e psicólogos, por exemplo. Isto porque suas consequências são sérias, desde para o desempenho atlético até à saúde do indivíduo. A baixa ingestão alimentar por longos períodos pode levar a deficiências nutricionais como a anemia, fadiga crônica e debilidade do sistema imunológico. Estas alterações podem comprometer os sistemas cardiovascular, gastrointestinal,endócrino, reprodutivo, esquelético, renal e nervoso. Além disso, alterações no padrão alimentar podem sujeitar a desequilíbrios psicológicos e vice-versa.

No que tange à intervenção nutricional o componente fundamental para otimização de desempenho através da nutrição é garantir que os atletas consumam as quantidades certas de energia, carboidratos, proteínas e gorduras na sua dieta. Atletas devem consumir as calorias suficiente para compensar as despesas energéticas, caso contrário, eles podem sofrer perda de peso, reduções no desempenho, entre outros danos.

Ou seja, deve ser estabelecido como ponto de partida para o tratamento da síndrome de RED-S  o aumento da
oferta energética, associado à redução do exercício ou uma combinação de ambos. A introdução de suplementos energéticos e a introdução de dias de recuperação durante a semana são estratégias que resultam em efeitos extremamente positivos tanto para a recuperação de todos os sistemas, inclusive o ciclo menstrual nas mulheres, cujo fator preponderante no reestabelecimento é o ganho de peso. A restauração do ciclo menstrual, por sua vez, regula o metabolismo ósseo, recompondo gradativamente a perda mineral.

Todos esses ajustes devem contar com os auxílios de profissionais competentes e ainda acompanhado e ajudado por quem rodeia e convive com o ou a atleta como treinador e familiares. Saúde!

Este texto foi escrito por Juliana de Andrade, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador)”



Featured Image Featured Image

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *