SNC

Acne e Nutrição

Acne e Nutrição

Acne vulgar é uma doença inflamatória das glândulas pilossebáceas, frequente em jovens e adolescentes (35% – 90%) e acomete as regiões do rosto, pescoço, tronco e braços. Inúmeros fatores podem mediar a presença desta enfermidade: hipersecreção de glândulas sebáceas, ação de hormônios androgênicos, disbiose intestinal, colonização e inflamação ocasionada pela Propionibacterium acnes e os hábitos alimentares.
A acne é desencadeada também por padrões alimentares insulinotrópicos, típicos de padrão alimentar ocidental, com consumo elevado de alimentos ultraprocessados, produtos lácteos, bebidas açucaradas e fast-foods. Alimentação típica ocidental (alta carga e índice glicêmico) aumenta os níveis de insulina e do fator de crescimento semelhante a insulina -1 (IGF-1). Esse estímulo leva a ativação de mTORC1 e inibição da FOXO1, mecanismos envolvidos no aparecimento da acne.
O mTORC-1 é um ponto de crescimento celular que estimula a transcrição de genes, tradução, biogênese ribossômica, síntese proteica, crescimento celular, proliferação celular e síntese lipídica. No entanto, seu estímulo crônico além de causar acne pode acarretar em resistência insulina, quadro presente em portadores de acne. A FOX01 está envolvida na expressão de antioxidantes nas glândulas sebáceas, quando ocorre inibição da FOX01, há menor presença de antioxidantes, gera maior produção de lipídios nas glândulas sebáceas, inflamação e, portanto, de acne. Inclusive alguns medicamentos para o tratamento de acne consistem em nutrientes antioxidantes em doses elevadas, como a Vitamina A, por exemplo, levando a diminuição de produção de sebo na pele.
Como citado acima, disbiose intestinal pode ocasionar a presença da acne, isto ocorre porque as alterações na microbiota intestinal podem acarretar em hiperpermeabilidade intestinal, gerando translocação bacteriana e passagem de componentes como lipopolissacarideos e outros xenobióticos; esta alteração ocasiona inflamação local e sistêmica, presente nos pacientes com acne, sendo assim também um fator etiológico. Alguns estudos relacionam a suplementação de probióticos aos tratamentos de acne e a eficácia desse recurso se dá pela redução do estresse oxidativo e da inflamação, como por exemplo, na redução da interleucina 1 (citocina que inicia a formação da lesão acneica).
Inúmeras alternativas são sugeridas para o tratamento da acne, no entanto o manejo nutricional é crucial. Dietas com controle do índice e carga glicêmica dos alimentos estimulam a expressão de FOX01, diminuem a produção de lipídios nas glândulas sebáceas e a inflamação local, sendo uma estratégia relevante. Além disso, a oferta de antioxidantes também é bastante efetiva.
Geralmente, indivíduos com acne, encontram-se em estado de estresse oxidativo, com deficiência de nutrientes antioxidantes como o zinco, selênio, vitamina A, vitamina E e vitamina D. Destes, a vitamina A apresenta efeitos antiproliferativos, inibem a diferenciação dos sebócitos e a síntese lipídica. Já a vitamina D age como modulador imunológico diminuindo inflamação, além de ser utilizada para o tratamento de resistência a insulina. Os minerais antioxidantes também são estratégias para o tratamento de acne como o zinco que demonstra efeito bacteriostático para P. acnes, inibe a quimiotaxia e produção de citocinas inflamatórias, além de inibir a enzima 5-alfa-redutase, diminuindo a ação da testosterona no desenvolvimento da acne.
A nutrição tem papel importantíssimo na estética, dessa forma, planejamento alimentar individualizado prescrito por um Nutricionista é decisivo para o alcance dos seus objetivos.

“Este texto foi escrito por Ismael Oliveira, baseado em artigos científicos. Todo material utilizado pode ser disponibilizado quando requerido. Se você ficou com alguma dúvida entre em contato conosco pelo e-mail nutricao@sncsalvador.com.br. Respeite nosso material intelectual. Sempre que usar nossos textos mencione o nome do autor e do site, por favor. Acompanhe-nos nas redes sociais e não perca nenhuma notícia e/ou promoção (busque por sncsalvador).”

Featured Image Featured Image

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *